Construindo relacionamentos

… se a vossa justiça não exceder …

Mateus 5:20

Em sua primária e simples definição, justiça é “a virtude que inclina a dar a cada um o que lhe pertence por direito, razão ou equidade. É o hábito de conformar nossas ações com a lei.” Em direito significa: ” retidão de proceder nas relações com os outros”.

A diferença entre a justiça dos homens e a de Deus, é a de que esta tem uma base sólida e absoluta, firmada no próprio caráter de Deus. Portanto, é perfeita e absolutamente correta. No entanto, no que diz respeito ao relacionamento entre os homens, a prática das injustiças é a tônica mais acentuada que testemunhamos. (Deusteronômio 24:17; Salmos 82:2; Eclesiastes 3:16; Malaquias 2:9)

Um dos básicos propósitos de Deus para o seu povo novo e redimido é que, através dele, a sua justiça se manifeste em todas as esferas dos seus relacionamentos: Na vida pessoal, familiar, comercial etc. É somente assim que a justiça de Deus se manifestará sobre os homens, fazendo-os desejarem ardentemente experimentar esta realidade. A experiência dos cristãos em Jerusalém, por ocasião do surgimento da igreja de Jesus, declara esta verdade. (Atos 2:42-47; 4:32-35).

Naturamente, o estilo de vida que eles refletiamera o resultado de uma real experiência de regeneração, pois do contrário não seria possível expressar a justiça do Reino de Deus. (Mateus 6:33; João 3:3-5).

A justiça do coraçõa só é possível naqueles em quem o Espírito Santo operou a regeneração e nos quais agora habita. John Stott

É por isso que a entrada no Reino de Deus é impossível sem uma justiça maior do que a dos fariseus (Mateus 5:20). É porque tal justiça é evidência do novo nascimento, que ninguém entra no Reino de Deus, sem ter nascido de novo (Efésios 2:10). A justiça do cristão é maior do que a dos fariseus porque é uma justiça do coração. Esta é a justiça que agrada a Deus pois ela é interna, de mente e motivação, “pois o Senhor vê o coração“. (1 Samuel 16:7; Lucas 16:15).

A promessa divina para uma nova justiça de coração era: ” Na mente lhes imprimirei as minha leis…Jeremias 31:33

Como isso seria possível: “Porei dentro em vós o meu Espírito…” Ezequiel 36:27

É esta nova criação (2 Coríntios 5:17), que reflet a justiça, a retidão, a santidade e integridade em toda a sua maneira de viver (1 João 3:10). A justiça do Reino de Deus é praticada em todas as dimensões da vida humana. Criados para boas obras. (Efésios 2:10; 4:24; 1 João 2:29).

Aqui estamos nós diante do grande desafio da vida cristã: sermos parecidos com Jesus.

Em nós, humanamente falando, não há condições de expressar este estilo de vida. Mas agora, em Cristo, onde fomos colocados, em Sua morte e ressurreição, guanhamos a capacidade de manifestar a justiça do Reino de Deus, para onde fomos transportados (2 Coríntios 5:14-15 e Filipenses 2:13-15). Espressar a vida de Cristo é, portanto, mera consciência, pois, “segundo Ele é, também somos nós neste mundo” (1 João 4:17).

  1. Você já experimentou o novo nascimento em sua vida, a fim de manifestar a justiça do Reino de Deus?
  2. Quais são as áreas de sua vida que você não tem conseguido viver no padrão de justiça no Reino de Deus?

Que Deus possa estar abençoando sua vida, beijos e abraços …

Felipe Gui!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s