Oração de um pecador

Oi Jesus, sou eu..
Vim falar com o Senhor mais uma vez… Me sinto constrangido… Sempre é a mesma coisa… Peco e depois vou falar contigo pedindo perdão, mas me sinto um mentiroso, porque sempre acabo voltando as mesmas práticas… Só que no meu coração há o desejo de viver pra ti. Não queria estar neste ciclo… Mas eu não consigo!!! Na verdade nem queria estar aqui falando com o Senhor…. Não pelo Senhor, mas por mim mesmo. Poxa!! De novo cai e venho aqui falar com o Senhor… Mas e amanhã? Vou ficar caindo e pedindo perdão??? É muita cara de pau! Já não aguento mais isso!

Oi filho!
Que bom que você veio falar comigo! Tenho visto você viver esse ciclo de quedas.

Pois é! To aqui buscando perdão mas já com medo de amanhã! Parece que há uma certeza de que vou retornar a cair!!!

Filhão….o problema é que você não está verdadeiramente arrependido. O que você está sentindo é remorso. Está chateado com você mesmo, com o fato de não ser bom o suficiente pra mim. Só que você deveria se entristecer por estar pecando contra mim e não por “me desapontar”.
Remorso está para Judas assim como arrependimento está para Pedro.

Mas claro que estou desapontado comigo mesmo! Eu sou um lixo!

Filho, aprenda: Remorso gera frustração, arrependimento gera frutos.
O verdadeiro arrependimento precisa gerar frutos (Mateus 3:8). Isso é se reconciliar comigo.

Mas Jesus, eu não presto pra nada! To pecando direto!

Filho, o diabo é o acusador. Ele vai ficar lançando pensamentos em sua cabeça para que você se sinta um lixo. Dessa maneira, em vez de você se arrepender, sente remorso, sente pena de você mesmo por não alcançar algo que queria e falhou.  Remorso vem do homem mas o arrependimento é gerado pelo Espirito Santo.

Hum… Mas…. Eu não sei o que fazer…

Filho, a você tem deixado a voz do diabo falar mais do que minha voz. Por exemplo: Quando você faz algo que me adora, o diabo diz:
– Hunf! Vamos ver até quando isso vai… Aposto que vai cair logo, logo!
Por outro lado, o Eu te digo:
– Meu filho amado, estou feliz por isso. Eu te amo! Você é especial para mim e tenho um propósito em sua vida.
Agora, quando você peca o diabo diz:
– Não falei? Não falei???? Hahahaha! Você não vale nada!!! Você é isso ai seu lixo! Acha que engana quem com essa cara! Esse é seu “eu” verdadeiro! Hahaha! Que cara podre!
Por outro lado, eu digo:
– Meu filho amado, em mim você encontra perdão. Eu continuo te amando! Você é especial para mim e tenho um propósito em sua vida.
Mas você insiste em ouvir a voz do diabo…

Mas…. Eu to pecando direto!

Filho, por isso mesmo eu morri por você na cruz. Eu sei que você é falho, mas não há nada que você possa fazer que vá diminuir meu amor por você, meu amor é mais forte que a morte!

… Hum… Mesmo com este tanto de pecados? Eu fiz isso, aquilo e aquilo outro que eu jamais imaginei que faria! Cheguei verdadeiramente no fundo do poço!

Meu filho, não há pecado maior ou mais poderoso que meu sangue vertido na cruz por você.
Ignore a voz do mundo, do diabo e até mesmo a voz do seu próprio coração!

Então, o Senhor ainda me ama?

Hahaha! Claro filho! Meu amor é incondicional. Significa que não há pecado ou atitude suficientemente forte que possa diminuir meu amor por você. (Post Deus não te ama mais…) No entanto, isso não te dá o direito de sair por ai pecando. Eu tenho poder pra te libertar do pecado mas preste atenção como você vai usar essa liberdade.  (Gálatas 5)

E o que eu faço?

Ouça a minha voz. E uma maneria de fazer isso é lendo e conhecendo a bíblia. O que ela diz quando você peca?

Hum… 1 João 1:9 diz: “Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça.”

Exato! E ainda tem mais:
Confessei-te o meu pecado, e a minha maldade não encobri. Dizia eu: Confessarei ao SENHOR as minhas transgressões; e tu perdoaste a maldade do meu pecado. (Salmo 32:5)
O que encobre as suas transgressões nunca prosperará, mas o que as confessa e deixa, alcançará misericórdia. (Provérbios 28:13)

Mas e se eu cair amanhã?

Eu disse, pare de ouvir a voz do seu coração, ouça a minha voz dita na bíblia. Olha estes versos:

Como purificará o jovem o seu caminho? Observando-o conforme a tua palavra. De todo o meu coração te busquei; não me deixes desviar dos teus mandamentos. Escondi a tua palavra no meu coração, para eu não pecar contra ti. (Salmos 119:9-11)

Creia mais em minha palavra do que em seu próprio coração. Ainda que seu próprio coração te aborreça, entregue-se ao que minha palavra diz, pois ela é maior do que seu coração enganoso. (1 João 3:20)

=)
Obrigado Jesus!!! Te amo!
Obrigado por me perdoar e limpar-me dos pecados. Obrigado por morrer na cruz e mostrado seu imenso e incondicional amor.

Também te amo filho! Sempre te amei! Antes de você  nascer eu já te amava. Tenho um propósito em sua vida e eu quero cumprí-lo!

Valeu Jesus! Amém…

No amor de Jesus,
Fernando Ortega (Fer)

Extraído de Não Morda a Maçã

Diário de um pecador

Mais uma vez cai…
Cara, não sei quanto tempo vou aguentar isso!! Deus está a kilometros de distância de mim!
Não consigo orar, ler a bíblia nem adorar a Deus na hora da música na igreja. Aliás, me sinto até mal nesse período…

Sinto saudades dos tempos em que estava bem íntimo de Deus… Ahh como era bom! Acordava e já estava alegre com sua presença ao meu redor. Devorava a bíblia, Lembro que ouvia claramente Deus falando comigo ali, através de um versículo! E como era bom ouvir Sua voz!
Como ansiava chegar o fim de semana para estar com meus amigos, meus irmãos! Era maravilhoso adorar a Deus junto com eles! Em meio a adoração, sentia sua presença em minha vida. Não estava preocupado se o momento da música terminava e mesmo quando o pastor iniciava a pregação eu ainda estava ali, no chão sorrindo pra Deus.

Onde foi que cai? Preciso voltar onde cai! Preciso voltar e retomar minha vida com Deus!
Não quero mais essa vida, já não quero mais beber deste fel! Porque fui trocar 2, 3 ou mesmo 15 minutos de prazer pela maravilhosa presença de Deus?
Mas ando tropeçando, caindo e batendo o rosto no chão, sinto o gosto do pó em meu paladar e não consigo parar de pecar!!! Meu olhos já nada veem! Foram vazados pela imundícia deste mundo! Não existe coragem, força nem audácia dentro de mim… Me sinto imundo! Como um balde usado para dar lavagens aos porcos! Estou todo ensanguentado!

Não consigo levantar e o orgulho me assola dia e noite! Não me permite  pedir ajuda. A vaidade ri sarcasticamente, me domina como se fosse um cão e manda em minhas emoções ! Me mantém no chão e tapa minha boca impedindo que clame por ajuda aos meus amigos!

– Ué? Como eles não percebem que você está mal? Eles nem se preocupam com você!
– Cala a boca vaidade!
– Não! Não te é prazeroso ficar no chão curtindo isso tudo?
– Sai daqui orgulho! Eu…. eu sei que preciso levantar… sei que preciso de ajuda…. mas não consigo….

Eu sei em minha mente que preciso do perdão de Deus, mas em mim mesmo não sinto nada! Droga! A vaidade e o orgulho me dominam, me castigam! Me sinto como o fariseu que convidou Jesus a sua casa e não o recebeu com amor…

Miserável homem que sou! Se não tenho o por quê morrer, pra que viver?

Os problemas me sufocam tirando toda minha esperança.

Onde estás ó homem valente? Onde está tua armadura? (Efésios 6:10-18) Onde está tua alegria? (Neemias 8:10) Não te lembras das palavras do teu Rei? (1 Timóteo 4:14-16) Porque olhastes para o incerto?  Porque não te arrependes ó minh’alma?
Não crês que teu Rei trará o perdão sobre ti? (1 João 1:8-9) Retoma a tua força, coragem e audácia. Afia tua espada e volta pra guerra! (Hebreus 4:12) Porque não te levantas? (Miquéias 7:8 | Salmos 37:23-24) A quem queres surpreender assim?

Porque não te humilhas ó minh’alma? (Tiago 4:6-10 | 1 Pedro 5:5-9) Porque não reconheces tua fraqueza? (Salmos 32:5) Volta a cantar ao teu Rei! Porque não crês mais na palavra que tão bem te guiava? (2 Timóteo 3:15-17) Porque não confias que podes receber perdão? (Hebreus 9:13-14)  Porque não crês que ele pode te restaurar a força e tirar esse jugo de acusação de teus ombros? (Mateus 11:28-30)

Lembra-te dos dias que estavas na presença do teu Deus e quão bom era ouvir Suas palavras (Salmos 119:72). Lava tuas mãos e purifica teu coração no sangue do teu Rei. (1 Jõao 1:7 | Atos 22:16) Bebe água do Rio de Deus! Corre, volta em busca de tua armadura. Exalta teu Deus e diante dele dança! Volta a ser guerreiro, volta para o posto de onde não deverias ter saído…

Esta é a aliança que farei com eles Depois daqueles dias, diz o Senhor: Porei as minhas leis em seus corações, E as escreverei em seus entendimentos; acrescenta:
E jamais me lembrarei de seus pecados e de suas iniqüidades.
Ora, onde há remissão destes, não há mais oblação pelo pecado.
Tendo, pois, irmãos, ousadia para entrar no santuário, pelo sangue de Jesus, pelo novo e vivo caminho que ele nos consagrou, pelo véu, isto é, pela sua carne, tendo um grande sacerdote sobre a casa de Deus, cheguemo-nos com verdadeiro coração, em inteira certeza de fé, tendo os corações purificados da má consciência, e o corpo lavado com água limpa, retenhamos firmes a confissão da nossa esperança; porque fiel é o que prometeu. – Hebreus 10:16-23

( ——- )

Espero que o Senhor o use pra abençoar sua vida. Acompanhe cada versículo inserido no post. Eles estão com links.
Também há outros 3 links para post relacionados a este post no texto.

Espero que você que se encontra nesta situação possa ser tocado pelo Espirito Santo pra que se levante e volte ao seu posto. Aproveite este fim de semana, na igreja volte aquele que é o amado de sua alma, retome sua intimidade com JESUS!

Tamo junto nessa querido(a)! Pode contar comigo!
Pra cima dele!

Que a glória da 2º casa venha sobre sua vida!

No amor de Jesus,
Fernando Ortega

Extraído de Não Morda a Maçã

Aparência X Essência

Penso que hoje um dos grandes combates da humanidade não seja as guerras entre nações, disputa por fama ou tampouco Vitor Belfot e Wanderlei Silva! Em minha opinião o grande duelo existe entre a embalagem e o conteúdo, ou a aparência e a essência! Veja este texto abaixo:

“Samuel fez o que o Senhor disse. Quando chegou a Belém, as autoridades da cidade foram encontrar-se com ele tremendo e perguntaram: “Você vem em paz?” Respondeu Samuel: “Sim, venho em paz; vim sacrificar ao Senhor. Consagrem-se e venham ao sacrifício comigo”. Então ele consagrou Jessé e os filhos dele e os convidou para o sacrifício. Quando chegaram, Samuel viu Eliabe e pensou: “Com certeza este aqui é o que o Senhor quer ungir”. O Senhor, contudo, disse a Samuel: “Não considere a sua aparência nem sua altura, pois eu o rejeitei. O Senhor não vê como o homem: o homem vê a aparência, mas o Senhor vê o coração”. Então Jessé chamou Abinadabe e o levou a Samuel. Ele, porém, disse: “O Senhor também não escolheu a este”. Então Jessé levou Samá a Samuel, mas este disse: “Também não foi este que o Senhor escolheu”. Jessé levou a Samuel sete de seus filhos, mas Samuel lhe disse: “O Senhor não escolheu nenhum destes”. Então perguntou a Jessé: “Estes são todos os filhos que você tem? ” Jessé respondeu: “Ainda tenho o caçula, mas ele está cuidando das ovelhas”. Samuel disse: “Traga-o aqui; não nos sentaremos para comer até que ele chegue”. Então Jessé mandou chamá-lo e ele veio. Ele era ruivo, de belos olhos e boa aparência. Então o Senhor disse a Samuel: “É este! Levante-se e unja-o”. Samuel então apanhou o chifre cheio de óleo e o ungiu na presença de seus irmãos, e a partir daquele dia o Espírito do Senhor apoderou-se de Davi. E Samuel voltou para Ramá.” 1 Samuel 16:4-13

Para alguém ser rei precisava de alguns critérios. Geralmente era escolhido o primogênito do rei e este era treinado durante sua vida para tal função. Mesmo fugindo deste aspecto Samuel ainda se deixou levar pela aparência. Encantou-se com Abinadabe, pois era um homem do exército, tinha porte de rei. Mas nem ele, nem os outros seis que o sucederam era quem Deus tinha escolhido. O que Deus escolheu não estava ainda ali. Ele estava exercendo sua função.

A primeira lição que aprendemos com a escolha de Davi é que não importa onde você está ou o que está fazendo, se existe um propósito de Deus em sua vida, sua hora irá chegar! Um clássico exemplo disso é a própria convocação dos discípulos. (Mt 4:18-22). Os irmãos Pedro e André estavam lançando as redes e os outros dois irmãos Tiago e João estavam consertando as redes com seu pai… O fato de estarem trabalhando não impediu que Jesus os chamasse. Jesus não escolhe preguiçoso!

As vezes você está em um lugar que talvez você não gostaria. Pode ser que você esteja servindo na porta, ou então servindo água… Mesmo que não haja reconhecimento onde você esteja, continue fazendo! Agora para os que não se converteram ao evangelho. Não espere você achar que tem que deixar algo, ou estar melhor, ou menos pecador para seguir a Jesus. Vem, do jeito que você está!

A segunda lição que temos com Davi é que não precisamos estar em um “gueto gospel” nem enfiado na igreja todos os dias para ser alguém que Deus quer. A Igreja é muito importante e estar nela nos faz corpo de Cristo. Mesmo Samuel reunindo as pessoas Davi não estava ali no culto, mas isso não quis dizer que ele não estava em obediência, ou fazendo a vontade de Deus.

Terceiro ponto que eu quero destacar é que Davi não tinha cara de rei, ele tinha condições pra ser rei, caráter de rei. Ele era mais baixo do que se esperava, mais fraco fisicamente do que a exigência e com menos experiência do que a necessária… Mas o coração de Davi estava em Deus. Nós fazemos nossa seleção através desses critérios. Quem tem mais títulos, quem tem mais dinheiro, quem é mais famoso ou carismático… E o que Deus leva em consideração??? Nós estamos preocupados com o que vestimos com o que vamos ganhar, o que vamos programar… Conheço um monte de gente com cara de cristão, mas com coração de ímpio… E outros que nem estejam tão politicamente ou socialmente corretos e tem um coração adorador. Pessoas com vocabulário “evangeliquês”, que sai repreendendo tudo mas que não tem autoridade para expulsar um demônio por que sua vida é podre! Sepulcro caiado! Mas se você, mesmo aparentemente não tendo condições, ou talvez nem conheça tanto ainda sobre Jesus, mas, no seu coração arde uma vontade de agradá-lo, chegou o momento que Deus diz “estou atento ao coração”.

Bom, acho que não preciso dizer mais nada. É muito legal ver os cristãos querendo alcançar altos lugares, posições de influência e também de status, não há nada de errado em desejar isso. Mas, a maioria destes cristãos esquece que o nosso Deus é um Deus de propósitos! Se houver um propósito em levantar alguém Ele o fará, como já fez com vários caras (Paulo, Pedro, Estevão…). Juntamente com o propósito, Deus enxerga o coração (ou a essência). Não adianta mostrar algo pra todos que não se é. Então a recomendação, para mim e para você é: seja quem você é e deixe Deus ser Deus em você!

Já pensei bastante nesta frase e é muito verdadeira. Uma das interpretações é de que não devemos mostrar algo que não somos.

Pense nisso e seja quem Deus te chamou para ser! Também aguarde o tempo certo de fazer, desenvolver, falar as coisas e lembre-se: Deus está no controle e Ele pode tudo!

Ok?

Abração, que Deus te abençoe poderosamente e até semana que vem!

Link do post original: Aparência x Essência

Link do Blog Sai do Muro: http://www.saidomuro.com/

Davi Araújo.

Por último, deixo uma frase pra meditação:

“É sábio não querer ser maduro naquilo que não se é.” Paulo Oliveira

EU NÃO CONSIGO!

Você já deve ter dito isso alguma vez em sua vida.

Cara como eu já falei isso! Muitas vezes!

Eu não consigo!

Existem pessoas que nascem com uma graça para fazer alguma coisa. Talvez você deseje muito fazer algo para Deus, mas a mensagem “não consigo” ou “não posso” brilha em sua mente como um painel de neon.

Eu achava que eu não conseguiria tocar violão ou cantar, estar na frente de 3 pessoas e falar faziam com que meus joelhos tivessem comunhão intima, mas vejam só virei ministro de louvor. Sempre me achei péssimo pra falar, mas uoouu, hoje eu prego e ministro seminários (fui convidado pra ser orador da minha turma na facul também).

Poderia dizer outras coisas nas quais eu achava que jamais faria, no entanto, Jesus tinha outra visão ao meu respeito.

O capiroto insiste em nos dizer mentiras diariamente. É como aquela musiquinha chata que não sai da cabeça. Infelizmente, muitas vezes nós acreditamos nessas malditas mentiras. Então alguém que tem um super potencial, acaba acreditando que não sabe fazer nada. Capeta chato!

Se você acha que não pode fazer alguma coisa, tenho uma revelação pra você: Você não pode mesmo! Sério, você não tem capacidade nenhuma, porque a capacidade vem de Deus! “Mas Fê, eu já nasci com isso…” Pois é e quem te deu o dom da vida? Foi Deus quem te deu com as características, dons e talentos que você possui.

Aquilo que faço atualmente e que antes para mim parecia impossível, é exclusiva capacidade e graça concebida por Deus. Se foi Ele que acrescentou isso em mim, logo eu mesmo (antes) não tinha capacidade.
Por isso quero te incentivar a jogar fora a mentira que o malandro do subsolo insiste em colocar em sua cabeça.

Quero destacar 2 coisas que te impedem de agir (fora a mentira do tinhoso). São elas:

Medo – algumas pessoas tem medo de fazer algo pra Deus. Esse medo, na maioria dos casos, é provocado por um pensamento: “o que as pessoas vão pensar e comentar ao meu respeito?”
Permita-me apresentar um versículo maroto:

Será que eu estou tentando conseguir a aprovação dos homens ou a de Deus? Por acaso eu estou procurando agradar aos homens? Se eu estivesse agradando aos homens, não seria um servo de Cristo. (Gálatas 1:10)

E ai? Vai correr pra onde?
Queridones, o que fizermos deve glorificar a Deus e não a nós. Não temos que buscar agradar a homens com o que fazemos, devemos buscar agradar a Deus! Abençoar o homem é consequência!

Adorar a Deus é o objetivo, ser usado por Deus é consequência.

Timidez/Vergonha – Aqui vejo 3 tipos de timidez/vergonha. A primeira é a que é causada por uma rejeição. Eu passei por isso e o fato de não querer fazer as coisas é porque tinha receio de ser rejeitado naquilo que fiz. Se eu fizesse alguma coisa e não saísse 100% eu ficava muito mal, então, pra não me sentir rejeitado eu não fazia. Se você é desses, então recomendo você ler estes posts.
O segundo é está associado ao medo. Digo que sou tímido, mas na verdade, essa timidez é uma máscara bonitinha para o medo.
A terceira timidez natural. Como naturalmente não sou tímido, não posso falar muito a respeito. Mas creio que a medida que você vai se envolvendo com as ações na igreja, você vai ganhando ousadia.

Como falei no post sobre chamado, todas as coisas que você fizer, servirão como uma experiência futura, ou seja, lapidarão seus dons e talentos. Se você for ousado e se meter a fazer, Deus te capacitará.

Seria muito romântico eu dizer: “Não se preocupe, Deus fará!” – De fato ele fará, MAS você também tem que fazer.
Você já deve ter escutado:

Deus não escolhe os capacitados, Ele capacita os escolhidos.

E capacita mesmo! No entanto, você também tem que buscar essa capacitação. Claro que haverão coisas que você vai ver que definitivamente não é sua praia, como aconteceu comigo com relação a dança. Hehe.

Quer ser um pregador? Comece contando história no cultinho. Quer ser ministro de louvor? Comece tocando em grupos caseiros (pra não dizer em casa). Quer ser uma ministra de dança? Comece dançando em seu quarto só pra Ele.

Não tenha seus olhos na multidão. Tenha seus olhos em Deus!

Lembra de Davi? Homem segundo o coração de Deus. Rei de Israel e vencedor de batalhas. Sabe onde ele começou? No pasto, solitário ministrando musicas a Deus enquanto defendia as ovelhas de seu pai.

A capacitação tem 2 vertentes.
Física: ensaios, aulas, treinos, estudo
Espiritual: sua intimidade com Deus.

Estas duas tem que andar em equilíbrio. Claro que a parte espiritual é a mais importante, no entanto busque o equilíbrio pois o que você faz é pra Deus e tem que ser feito com excelência.

Leia João 15
Recomendo você também ler: “O violinista da Graça“.

Abração manolos!
No amor de Jesus,
Fernando Ortega

Extraído de Não Morda a Maçã

Nota

Dando um jeito…

… aquilo que o homem semear, isso também colherá … 

(Gálatas 6:7)

Há muito tempo, uma menina chamada Lia se casou e foi viver com o marido e a sogra. Depois de alguns dias, passou a não se entender com a sogra, pois as personalidades delas eram muito diferentes e Lia foi se irritando com seus hábitos e a sogra, por sua vez, frequentemente a criticava. Meses se passaram e elas cada vez mais discutiam e brigavam.

De acordo com a antiga tradição chinesa, a nora tinha que se curvar à sogra e obedecê-la em tudo. Lia, já não suportando mais conviver com ela, decidiu tomar uma atitude e foi visitar um amigo de seu pai. Depois de ouvi-la, ele pegou um pacote de ervar e lhe disse: ‘- Vou lhe dar várias ervas que irão envenenar lentamente sua sogra. Você não poderá usá-las de uma só vez para se libertar de sua sogra, porque isso causaria suspeitas, a cada dois dias ponha um pouco destas ervas na comida dela. Agora, para não ter certeza de que ninguém suspeitará de você quando ela morrer, você deve ter muito cuidado e agir de forma muito amigável.’ Lia  respondeu: ‘- Sim, Sr. Huang, eu farei tudo o que o senhor me pediu.’

Lia ficou muito contente, agradeceu e voltou apressada para casa, para começar o projeto de envenenar sua sogra. Semanas se passaram e a cada dois dias Lia servia a comida ‘especialmente tratada’ à sogra. Ela sempre lembrava do que o Sr. Huang tinha recomendado sobre evitar suspeitas e, assim, controlou o seu temperamento, obedeceu a sogra e a tratou como se fosse sua própria mãe. Depois de seis meses, a casa inteira estava com outro astral, Lia tinha controlado o seu temperamento e quase nunca se aborrecia. Nesses seis meses, não tinha tido nenhuma discussão com a sogra, que agora parecia mais amável e mais fácil de lidar. As atitudes da sogra também mudaram e elas passaram a se tratar como mãe e filha.

Um dia, Lia foi novamente procurar o Sr. Huang para pedir ajuda e disse: ‘- Querido Sr. Huang, por favor, me ajude a evitar que o veneno mate minha sogra, ela se transformou numa mulher agradável e eu a amo como se fosse minha mãe. Não quero que ela morra por causa do veneno que lhe dei.’ Sr. Huang sorriu e acenou com a cabeça.

‘- Lia, não precisa se preocupar, as ervas que eu lhe dei eram vitaminas para melhorar a saúde dela. O veneno na verdade estava na sua mente e na sua atitude, mas foi jogado fora e substituído pelo amor que você passou a dar a ela’.”

Queridos e queridas, em vez de envenenarmos cada vez mais as pessoas, deveríamos nos esforçar para amá-las. Muitas vezes o problema não é tão grande quanto imaginamos, uma pequena mudança pode reverter toda a situação! Quem sabe elas não mudam recebendo amor ao invés de um troco na mesma moeda?!

Paz de Cristo para você,

Felipe Guimarães.

O que faria Jesus sorrir?

     O que faria Jesus sorrir? Será que o que O faz sorrir é o mesmo que nos faz também? Bom, tenho uma referência aqui comigo, que sou eu mesmo, que gostaria de utilizar para pensar se as razões que fariam Jesus sorrir não seriam as mesmas que as nos fazem.

A gente geralmente sorri quando alguma coisa muito boa nos acontece. Assim, abro um sorriso quando me encontro com minha família. Ah! É muito bom poder abraçá-los e beijá-los… Como é gostoso estar com eles, conversar, brincar… Que coisa boa é fazer isto! Não seria esta uma boa razão do sorriso de Jesus? Não consigo ver nada que possa Lhe dar mais prazer do que estar com sua família. Sim, Jesus sorri quando está no meio de Sua família.

     Também abro os lábios em sorriso quando me encontro com meus amigos. Que alegria, que presente dos céus é ter amigos! Quantos momentos maravilhosos passamos juntos! A gente sorri à toa quando se está entre amigos. A gente se sente amado, se sente grande, se sente… Deus, quando criou a amizade, nos seu um pouco de sua própria essência, pois Deus é relacionamento. Estou certo de que Jesus abria um sorriso enorme quando se encontrava com seus amigos!

     Também me faz rir ouvir boas notícias. Saber de alguém que ficou bom de alguma doença; saber de problemas que foram resolvidos – nossos ou de outras pessoas; saber de conquistas e vitórias de gente querida; saber melhorias sociais e políticas (embora seja raro sorrirmos por esta razão, já me tirou um sorriso). Jesus exultava com as boas notícias que lhe eram trazidas. Ele tinha prazer em recebê-las e mesmo quando não as recebia Ele convertia a má notícia em boa. Ele gostava mesmo de boas notícias! Na verdade, Ele próprio se fez a melhor das notícias.

    Então, quer sorrir?  Curta sua família, mas curta o máximo que puder. Curta até dizer chega e se refestelar na cama de um cansaço extremamente prazeroso! Mas também se embrenhe no meio de seus amigos e faça isto a troco de nada. Faça tão somente para sorrir e fazer sorrir. Amigos e sorriso são uma boa combinação infalível. Por fim, fuja de notícia ruim. E não apenas procure boas notícias, mas crie você mesmo boas notícias para os outros. Faça-se boas notícias para os outros. pouca coisa nos faz rir tanto como o sabermos que podemos ser a causa de sorriso para alguém. Seja o sorriso de alguém ainda hoje!

   Mas quer dar o sorriso mais belo do mundo? Então, faça parte da família de Jesus amando-o e nele crendo; Deixe Jesus ser o seu melhor amigo e passe a rir com ele a toda hora. Ele vai amar, em gargalhadas, cada momento que você estiver com Ele. E, por fim, deixe sua vida ser uma boa notícia pra Jesus. Toda vida é uma ótima e exultante notícia para Jesus quando passa a lhe pertencer e se deixa ser cuidada por seu amor.

Beijos e abraços..

Felipe Guimarães.

Vergonha dos crentes…

São gritantes os escândalos, o pecado, a confusão e as heresias presentes entre a população chamada evangélica. Isso chega a tal ponto que já não são poucos os que não querem mais ser designados como “evangélicos”, pois o significado original desse termo teria se degenerado ao longo do tempo. Assim, a recusa em ser chamado de “evangélico” seria uma forma de se opôr a toda a confusão que está por aí, e uma forma de dizer “não tenho nada a ver com isso”.

Não tenho preocupação com designações. Afinal, o Senhor conhece os que são Seus (II Tm. 2:19), independentemente das designações usadas pelos homens. Todavia, tenho um cuidado com aqueles que não querem ser chamado de evangélicos como uma forma de protesto, de dizer “não tenho nada a ver com os erros dessa povo”. Meu cuidado é o seguinte: se cremos que entre a população evangélica existe gente que sinceramente abraçou a fé em Jesus, que nasceu de novo, ainda que esteja envolvida em erros, então é importante lembrar que “Jesus não se envergonha de chamá-los irmãos” (Hb. 2:11). Se Jesus não se envergonha deles, considero que nossa postura não deve ser motivada pela necessidade de expressar o quanto somos diferente deles.

Se Jesus não se envergonha de mim, apesar dos meus muitos pecados, eu não tenho o direito de me envergonhar daqueles que são meus irmãos, pois Deus nos recebeu em Cristo.

Portanto, minha preocupação não é com as designações (evangélico, protestante, cristão etc..). Me preocupo com a postura do “sou diferente deles, não tenho nada a ver com esses erros”. É importante lembrar que o Pai é nosso, e as dívidas ou pecados também são nossos. Ver erros em uma parcela da Igreja não pode nos levar a pensar que somos diferentes dessa parcela, e que esses erros não são problemas nossos. A constatação de tantos problemas e confusões deveria nos levar a buscar solução em Deus, com o coração esperançoso e cheio de certeza de que o Senhor Jesus cumprirá sua palavra: “edificarei a minha igreja”.

Em Cristo,

Anderson Paz