Riscos e Rabiscos

A infância é uma das mais belas fases da vida do ser humano, nela existem experiências únicas, as quais constituem o caráter de uma pessoa. Os poetas, filósofos, cientistas e tantos outros estudiosos, concordam com o pensamento: A infância é bela.

Uma cena a qual pode ser observada em crianças pequenas é a exploração do mundo mediante os desenhos que elas produzem. Os desenhos começam em folhas de papel e terminam nas paredes da casa. As mães e os pais, quando percebem este fato, ora riem, ora gritam com as crianças.

Meu questionamento é: Se os pais desenhassem com seus filhos eles fariam isso? Se eles tivessem um guia isso aconteceria?

Você pode não ser uma criança de 3, 4, 5 ou 6 anos, todavia ainda “tem um lápis em sua mão”. Este lápis você utiliza no seu cotidiano, para escrever a sua história de vida. O papel pra você expressar seus sentimentos, já não é mais o de celulose, mas o papel que é confeccionado com a vida de outras pessoas e a sua. Todos os dias você risca, escreve, registra a sua marca na vida de uma pessoa e na própria vida também. Algumas pessoas podem riscar coisas ruins em nossas vidas, como tristeza, desprezo, palavras más e ações que não nos fará felizes. Já outras registram em nossas vidas expressões de amor, cuidado, carinho, esperança e outros bons sentimentos e ações. Essas marcas podem ser boas ou ruins, o grande problema é que não há borracha para apagar as marcas em nossas vidas. O que há é uma nova história de vida caso você queira.

Você pode escolher escrever a sua vida como uma criança independente do PAI(no seu caso e no meu Deus) ou esperar que ele segure a sua mão e lhe ajude a escrever. Deus tem projetos de vida, pra mim e pra você, mas muitas vezes nós não permitimos que Ele nos ajude a executá-los. A nossa ansiedade nos cega e só conseguimos perceber a possibilidade a qual nós achamos ser a mais correta, e normalmente a única solução para um fato que nos aflige.

Muitas pessoas tem dificuldades em estabelecer relacionamentos afetivos, pois estão fragmentadas. Elas são frutos de inúmeras relacões fracassadas. Somos como folhas, cada vez que nos relacionamos com uma pessoa, nos aderimos a ela. Uma folha colada só descola de outra rasgando. Inúmeras são as marcas em ambas. As marcas são impressas em ambas as “folhas”.

Escolher esperar é compreender que não há necessidade de sair por ai colando em todo mundo, pois sabemos que isso não é saudável pra ninguém. Não fique por ficar. Estabeleça um relacionamento saudável e duradouro visando o casamento. Inúmeras pesquisas afirmam que as primeiras experiências são pilares em nossa vida, ou seja, fundamentos em nossa vida emocional.

Pergunte ao Pai qual é a direção do risco, onde você deve riscar e quem pode permitir riscar você, não se permita por toda a vida ser riscado(a) por pessoas que não querem o seu bem e que estejam fora dos planos do arquiteto celeste, e cuidado ao riscar a vida alheia, pois os rabiscos não saem da folha da vida

Uma nova história Deus tem pra você!

Gustavo Pestana

Extraído de Eu Escolhi Esperar